Possíveis setlist – Circuito Banco do Brasil

a-musica-te-leva111

Depois de muita espera, finalmente, o grande dia está próximo. No próximo sábado, dia 1º de novembro, acontece no Campo de Marte a 2ª edição do Circuito Banco do Brasil. Um festival que reúne música, cultura e esporte e viaja por cidades diferentes do Brasil. Esse ano Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo foram as agraciadas para receber as atrações.  O dia começa com a Copa Brasil de Skate Vertical que traz uma rampa half pipe com medidas pra lá de atuais mundialmente: 18 m de largura, 17m de comprimento e 4,20m de altura. A competição está marcada para ter início às 13h e simultaneamente terá um tipo de escolinha para iniciantes do skate. Por isso, chegue cedo e aproveite ao máximo.

Logo depois, às 15h15 começa o show da banda vencedora do VOZPRATODOS, um concurso feito especialmente para revelar novos nomes da música brasileira. Os caras da Helga foram os selecionados e prometem arrasar no palco do Campo de Marte. Não conhece ainda? Dá o play aí, porque o som é animal.

Continuar lendo “Possíveis setlist – Circuito Banco do Brasil”

Paramore agita noite paulistana e anima fãs

image (1)

Com ingressos à mão desde o mês passado, eu estava contando nos dedos quantos dias faltavam para ver a moça dos cabelos alaranjados que embalou a minha adolescência. E foi assim que parti tão rápido quanto pude, após sair da redação, para o Espaço das Américas na noite da última terça-feira (30). Sabia que nessa não ia levar a melhor, já que quando cheguei a fila estava quilométrica – ia até a Av. Francisco Matarazzo (próximo ao Vila Country) e dobrava, voltando para a frente do local. Na espera dezenas e dezenas de ruivas surgiam e eu podia jurar que com exceção dos pais que acompanhavam algumas filhas, eu e minhas amigas éramos as mais velhas, afinal, a grande maioria não ultrapassava os 18 anos. Apesar de ter acontecido no “Espaço”, a apresentação fez parte do projeto Live Music Rocks e os ingressos foram distribuídos pela Live Pass.

Tudo bem, sem crise, após muita conversa e uma lata de cerveja entramos. No palco a banda Summer já estava cantando, apesar de não ser muito conhecida entre o público, eles apostara em covers dos Raimundos, Charlie Brown Jr. e Blink 182. Aproveitamos esse primeiro momento para dar uma volta e pude ver como o Espaço das Américas está mais bonito do que da última vez que fui lá, no show dos Los Hermanos. Todo revestido de preto, o que deu um ar mais elegante, e com detalhes de luzes em azul, com cara de casa de apresentações musicais mesmo.

image (4)

Às 21h30 em ponto, Hayley, Jemeri e Taylor adentraram ao palco, como quem não quer nada com a levadinha de Moving On, só para esquentar os instrumentos. Logo depois, já quebraram tudo com a famosa Misery Business uma das minhas favoritas. Por falar nisso, o setlist não foi muito diferente dos últimos shows dessa turnê pela América Latina, que começou pelo México. Os hits foram bem misturados, por isso tinha músicas de todos os trabalhos deles, algo que me surpreendeu positivamente, já que essa é a terceira vez do grupo ao país e eles poderiam ter se concentrado apenas em canções do novo disco. Logo após, veio For A Pessimist, I’m Pretty Optimistic e a pequena cantora de apenas 24 anos provou que pode sim agitar uma platéia lotada – e sem playback!

imageDecode veio e com ela uma multidão se achegou a frente do palco, se espremendo cada vez mais para chegar o perto o suficiente de Hayley. Por isso, preferimos ir um pouco mais para trás, onde era possível dançar em um espaço razoável e enxergar melhor o show. E veio a primeira objeção do lugar: apesar de dois grandes telões posicionados estrategicamente ao lado do palco, eles estavam desligados. WTF? Apesar dos seguranças impedirem, muitas meninas se penduravam no pescoço de namorados/pais/amigos e era praticamente impossível ver o palco. Desencanei e curti o show entre uma olhadela e outra, preferi dar mais importância ao som, já que a acústica é de ótima qualidade e Hayley não decepciona em seus gritos. Para espantar as lágrimas de muita gente por conta da trilha sonora de Crepúsculo (Decode)Now veio logo em seguida e faz parte dessa nova fase do Paramore. É engraçado ver que o mesmo público que cantou com fervor Renegade, Pressure e Ignorance,  foi o mesmo que fez um grande coro em Ain’t It Fun. Ou seja, Hayley carrega fãs fiéis há oito anos, algo difícil de se ver.

image (3)

A cantora se divertiu e interagiu com a platéia durante a música Looking Up ao ensaiar gritos de ôôô que cada lado deveria fazer ao comando de sua mão levantada. Sem entender muito bem, algumas pessoas erravam, o que fez a moça soltar uns risinhos. Após o entendimento Hayley agradeceu: “Essa é a São Paulo que conheço”, relembrando suas visitas anteriores ao Brasil. Antes da próxima música, a garota de cabelos coloridos soltou algumas frases para os fãs, como “Se nós ainda estamos aqui, vocês também podem fazer alguma coisa”, em referência as dificuldades de se manterem ativos em quase uma década de carreira. Anklebiters causou grande euforia na platéia, já que a representante da banda convocou fãs para subir ao palco (dois meninos e quatros garotas), após afirmar que aquela canção era para curtir com os melhores amigos. E foi uma grande festa, já que a música é bem animada. Por falar nisso, o palco estava lindo, um dos mais bem produzidos que já vi em todo o meu histórico de shows. A iluminação era tão colorida quanto Hayley e seus fãs, no telão o retângulo que representa os três integrantes da banda, mudava de estampa de tempos em tempos. Era de encher os olhos.

image (2)

Quem entrou no site oficial da banda aqui no Brasil na semana do show, pôde saber da surpresa que os fãs estavam preparando para os três. Assim como em seu mais novo clipe, durante a música Still Into You o Espaço das Américas foi tomado por diversos balões nas cores azul, amarelo e prata, uma verdadeira festa. Ao final da música, serpentinas pularam no meio dos fãs, vindas do palco. A parte ruim é que sim, o show estava chegando ao fim.

image (1)

Mas como é de praxe, o bis existe para a alegria geral. Eles voltaram ao palco com Proof e fecharam com a linda Brick By Boring Brick, que teve direito a uma chuva de papéis picados nas cores laranja e amarelo, que remetia ao clipe, que tem centenas de borboletas nas mesmas cores. Cantei essa última a plenos pulmões, já que é a minha música favorita de toda a carreira dos americanos e já pensei até em tatuar uma das frases na costela: ” Keep your feet on the ground, when your head’s in the clouds”. Em 1h30 de show Hayley e seus parceiros mostraram o quão enérgicos são e esbanjaram presença de palco. Hayley mistura o jeitinho moleca com doçura, além de não ter parado um segundo, agradeceu o coro de “Hayley, eu te amo” com um coraçãozinho feito pelas mãos e em outro momento, brincou cuspindo pra cima e desviando do próprio cuspe. Quem foi no dia seguinte, disse que ela estava com o mesmo fôlego de sempre. Encantadora.

normal_9414814385_f16581aafb_o

Fotos: Agnews e Paramore.com.br.

Shows internacionais e imperdíveis de 2013!

Hello, leitores! Como está o frio por aí? Aqui está cheio de cobertores, chocolate quente e tudo que temos direito nessa época geladinha. Mas vamos falar de coisa boa, não é? Agosto está aí batendo na porta e o segundo semestre veio com tudo, pelo menos aqui no Brasil. Não sei se por conta da Copa o nosso país está mais visado, mas parece que todas as bandas e cantores legais decidiram dar às caras por aqui esse ano. E a sorte é de quem? NOSSA! Ou não, já que a cada show que passa, ficamos mais falidos. Hoje separei os melhores shows internacionais do ano e vou dividir aqui com vocês. Em quantos você pretende ir? Arrisco dizer que show é uma das coisas mais legais da vida! Ou seja, não dá pra perder. Vamos nessa?

Paramore

paramore_1A banda desembarcou no Brasil há uns dias e têm feito show em algumas capitais. Aqui em São Paulo a apresentação rola dia 30 e 31 de julho, sim nessa terça e quarta. O local escolhido foi o Espaço das Américas e quem os bonitos vieram aos cuidados da Live Pass, empresa na qual eu nunca tive grandes problemas. Só fiquei triste porque ao que tudo indica, aqui em São Paulo não haverá show de abertura, enquanto em Porto Alegre a Fresno abre a noite. Os ingressos no setor pista ainda estão à venda e custa R$220. Corre que ainda dá tempo! O NMP irá cobrir a apresentação da terça-feira.

Cat Empire

catempire

Os australianos do Cat Empire tocam no Brasil com um show marcado para acontecer no Cine Joia, dia 03 de agosto, sábado. O show foi garantido por meio da plataforma Queremos!. Os ingressos custam R$160 (R$80 meia) estão disponíveis e podem ser adquiridos pelo site ou no próprio Cine Joia, acesse o site para ter mais informações de horário.

Cher Lloyd

51383-cher-lloyd-cher-lloyd

Outra cantora que passará por aqui ainda esse mês é a Cher Lloyd. O Mundo Show Festival vem ao Brasil e além de trazer a princesa do pop, completa o line-up com College 11 e os brasileiros: Strike, NX Zero, Fresno e Pollo. A festa acontece na Arena Anhembi, os ingressos R$80 (R$40 meia) são vendidos pela Bom Show e também nas lojas Star Point.

Gossip

Gosip

O grupo norte-americano Gossip chega ao Brasil para um show no dia 25 de agosto trazendo a turnê de seu último disco, A Joyfull Noise, lançado em 2012 e se apresenta no Live Music Rocks! no HSBC Brasil. A banda veio ao Brasil no ano passado e fez bonito no Planeta Terra do ano passado, saindo aclamada pelo público. Os ingressos vão de R$95 à R$340.

The B-52’s

b52s

Há quem diga que festa sem The B-52s não é festa. Pudera: são tantos hits dançantes que fazem sucesso nas pistas desde os anos 80, que não há como negar o talento dessa turma. Expoente do movimento new wave, a banda marcará presença em São Paulo no dia 5 de outubro no HSBC Brasil. A entrada vai de R$85 até R$300 e já estão à venda.

Tame Impala

Tame

A banda australiana Tame Impala volta ao Brasil “mais famosa” para a 23ª edição do Popload Gig, que acontece no Cine Joia no dia 16 de outubro, quarta-feira, às 22h30. O grupo cresceu muito desde a última visita ao país, em agosto do ano passado. A lista é extensa: melhor disco do ano, melhores singles, melhor show, melhor frontman, melhor b-side com título curioso (“Led Zeppelin”), atração mais aguardada do Coachella 2013 e tudo o mais.

Monster Of Rock

aerosmith

Nos dias 19 e 20 de outubro, São Paulo irá a sediar o maior festival de rock em “estado puro” que já existiu: o mítico Monsters of Rock está de volta, em sua quinta edição brasileira, quinze anos após sua última passagem pelo país. Os destaques do festival ficam por conta de Aerosmith e Slipknot.  Os ingressos para cada dia custam R$300 ou o passaporte que fica por R$560.

The XX

The xx

E até que enfim eles confirmaram! Depois de uns três anos esperando a cada edição do Planeta Terra que passa, eles vem! The XX tocará no Popload Festival dia 26 de outubro no Hsbc Brasil, com mais duas bandas gringas e uma brazuca que ainda não foram divulgadas. Mas claro que a presença dos fofolkies por aqui já vale o preço do ingresso que estão à venda a partir de R$120 e vai até R$800 (que promete espaço vip e open bar).

Beach House

Beach

O Popload continua no Cine Joia com a presença de Beach House no dia 28 de outubro. A dupla americana comandada pela tecladista e vocalista francesa Victoria Legrand e pelo guitarrista americano Alex Scally, faz um dream-pop minimalista e sofisticado. Os ingressos estão por R$180 (R$90 meia) e funciona no mesmo esquema: pelo site ou na própria casa de shows.

Planeta Terra

Lana

O festival chega em sua 8ª edição e promete muitos nomes consagrados do pop e indie. Apesar de ainda não ter sido totalmente divulgado, o line up já conta com a presença de Lana Del Rey, Blur e Beck. A pré-venda aconteceu há três dias atrás, apenas para clientes do Banco do Brasil e custou R$300. Agora resta aguardar para saber quem mais vem e quanto nós, pobres mortais, teremos que desembolsar para mais esse festival.

Playlist da semana

tumblr_mkag69KLQK1rhv3meo1_500_largeQuem acompanha esse blog já deve ter percebido que eu respiro música, não é mesmo? Adoro procurar sons novos e tenho um carinho especial com as bandas e cantores brasileiros. Pelos relatos de shows dá pra ver que sou fã da Musicoteca e de tudo o que rola por lá. Gosto de muitos discos antigos também, por isso sempre fuço as vitrolas alheias. Vou compartilhar o que eu mais ouvi essa semana. Na verdade, tenho o costume de ouvir uma playlist baseada nos shows que vou ou pretendo ir. A primeira da lista é do Wado que irei conferir o show hoje (confere a agendinha aqui), então estou com o disco Vazio Tropical no meu celular há um tempinho. A segunda é do fofo do SILVA  e eu não sei se estou mais apaixonada pela música ou pelo clipe, que tem a participação da Maria Flor, uma atriz que gosto muito. Logo depois vem o Pélico, que fui ao show há duas semanas e se eu já era fã do compositor, agora estou viciada. As letras do disco é a descrição de um divórcio, pura poesia doce. Já a música do Paramore é porque ganhei o ingressos para vê-los aqui em Sampa no dia 30 e estou na maior nostalgia, esse clipe novo também é fofo. A Roberta Sá é uma cantora que eu sempre ouvi falar, mas que nunca dei muita atenção, ouvindo a Nova Brasil (a única rádio que ouço), me apaixonei por essa música. Clarice Falcão dispensa comentários, não é? E hoje tô muito feliz, porque ELA VAI FAZER SHOW NO CINE JOIA! UHUUUL! Pra fechar, a lindeza do The XX que vem pra cá em outubro e o Two Door Cinema Club, aliás, esse disco deles é todo maravilhoso.