O Terno lançou música nova e nós estamos surtando!

“Nada/Tudo” é o primeiro single de do quarto álbum da banda previsto para o final de abril

imagem_release_1656661.jpg

O primeiro single do quarto álbum d’O Terno, Nada/Tudo, é a síntese da proposta conceitual unificadora da banda em vídeo, com recurso visual minimalista. É o amarelo (que representa o trabalho anterior, “Melhor do que Parece”) a ser lavado na tela até se tornar tanto todas as cores no branco quanto um vazio propositivo, onde o trio paulistano exerce em sonoridade e arranjos grandiosos e refinados a construção deste álbum “<atrás/além>”.

O quarto disco do conjunto trata da equação de unir tudo o que O Terno foi nestes 10 anos de existência até chegar a uma unidade em que o que importa é a música, qualquer que seja a categorização a sair da guitarra e da voz de Tim Bernardes, do baixo de Guilherme d’Almeida e da bateria de Biel Basile.

Na verdade, o grupo se posicionou estrategicamente em plano igual à orquestração e arranjos de metais e cordas do trabalho, evidentes em Nada/Tudo. Assista aqui

Violino, trombone e vibrafone se unem à tríade guitarra, baixo e bateria sob um fundo em amarelo sólido da tela. A cor é lavada durante os 4m17s da canção até ser substituída pelo branco, que define horizonte ilimitado para a banda. Isso é perceptível no texto da música, já que trata de assuntos abstratos como silêncio e de objetos palpáveis como a citação de nomes de amigos.

“O disco todo traz essa marca de referências assimiladas e a não a premeditação ao se fazer (o disco)”, sugere o cantor e compositor Tim Bernardes.

Tim Bernardes lança Recomeçar, seu primeiro disco-solo

21318800_1584592424924332_8439598344192584014_o
Foto: Marco Lafer

Havia um punhado de canções inéditas na gaveta do cantor e compositor Tim Bernardes. Apesar de terem saído da sua cabeça, as mesmas não cabiam no repertório d’O Terno, grupo que mantém ao lado de Guilherme d’Almeida e Biel Basile desde 2012. Foi o momento então de se internar por três meses  ininterruptos no estúdio Canoa. Ali, sem os companheiros de banda, despiu-se dos personagens freak, voltou o olhar para dentro e gravou violões, vozes, guitarras, baixo, bateria, piano e outras bugigangas. Tudo sozinho. Levantou, assim, aquele que viria a ser o seu primeiro disco-solo: “Recomeçar”. O trabalho chega hoje com treze faixas íntimas e emocionais.

Tim Bernardes interligou e costurou as canções inéditas. Os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa foram todos escritos por ele – à la Brian Wilson brasileiro. Desta forma, criou uma unidade sonora, caminhos e assuntos que dão ao álbum uma sensação cinematográfica ou de uma grande peça com narrativa.

É como se a primeira faixa assumisse o papel de prólogo, dando o tom da jornada. “A música é uma abertura de piano e orquestra na qual são apresentadas as melodias que aparecerão ao longo do disco”, explica Tim Bernardes. “É uma versão instrumental para a faixa-título ‘Recomeçar’, que mais tarde encerra o trabalho”, completa.

Com 25 anos, o artista é considerado um dos grandes compositores de sua geração. As letras do álbum de estreia-solo (O Terno continua muito bem, obrigado!) são reflexões bastante solitárias de um jovem dos anos 2010, pensando e buscando caminhos e percepções sobre a vida, entre desilusões amorosas e esperanças pelo começo de novas estruturas. Continuar lendo “Tim Bernardes lança Recomeçar, seu primeiro disco-solo”

“Tanto Faz” é primeiro single da carreira-solo de Tim Bernardes

unnamed (2)

Vocalista da banda O Terno revela primeira música e já tem data marcada para o show de lançamento no Auditório Ibirapuera

Desde que apareceu submersa no clipe da faixa “66”, em 2012, a banda O Terno chamou atenção por onde passou. Com três álbuns na discografia, o grupo traçou uma trajetória bastante sólida (e segue firme na caminhada). O último feito do trio esteve em diversas das listas de Melhor Disco do Ano, em 2016. Mas um punhado de canções criadas pelo cantor e compositor, Tim Bernardes, acabaram ganhando um outro destino, pois faziam mais sentido juntas em outro contexto (no caso, na carreira-solo do vocalista). Agora, Tim Bernardes se prepara para mostrar o primeiro disco-solo. Intitulado “Recomeçar”, o trabalho chega nas principais plataformas de streaming em setembro. Hoje, contudo, ele apresenta uma prévia do que vem por aí com o lançamento do videoclipe da faixa “Tanto Faz”. Dá o play:

Continuar lendo ““Tanto Faz” é primeiro single da carreira-solo de Tim Bernardes”

O Terno faz apresentação na recém-inaugurada Casa Natura Musical

Quinta-feira, 18/05, foi um dia bastante especial: além de curtir o show d’O Terno, fui conhecer a recém-inaugurada Casa Natura Musical. Os paulistanos levaram a turnê Melhor do Que Parece para o bairro de Pinheiros e contaram com a presença da cantora Tulipa Ruiz. Confira o registro e saiba um pouco da minha opinião sobre o trabalho dos meninos.

Agenda do final de semana

São Paulo é a cidade que não para, então ás vezes, fica difícil escolher o que fazer, não é mesmo? Por isso, viemos aqui dar uma ajudinha para você curtir seu final de semana da melhor forma.

johnny-hooker-david-ferreira-santos.jpg

Hoje é dia de conferir o incrível Johnny Hooker, sim, aquele que teve a audácia de levar o baterista com a camiseta de “Fora Temer” ao programa Encontro com a Fátima (Globo), essa semana. A apresentação contempla grandes sucessos do cantor, através do mais recente disco intitulado “Eu Vou Fazer Uma Macumba Para Te Amarrar, Maldito!”. Vai lá: Sesc Vila Mariana, Sexta (09) e sábado (10) às 21h e domingo (11) às 18h. Valores entre: R$ 7,50 e R$ 25. Mais infos: http://goo.gl/BHmjXV

13906583_482368342042953_1034038655218981068_n.png

No sábado, começa o FAM Festival. O evento acontece lá no Jockey Club e une música, artes e comida. A programação é bem repleta, então dá um pulo lá no evento (já aproveita para confirmar presença) e fica por dentro das atrações: http://goo.gl/bMcpL4. Ah, a entrada é totalmente amor, ou seja, gratuita!

o-terno_ai_felipe-poroger

Outra opção massa para amanhã é o show de lançamento do disco “Melhor do Que Parece” d’O Terno que acontece no Auditório do Ibirapuera. Com influências que vão de Alabama Shakes ao Clube da Esquina, o trio paulistano chega ao terceiro álbum autoral com sonoridade mais vibrante e temas filosóficos mais profundos. No show, tocam o repertório inédito e sucessos de seus trabalhos anteriores, como “Cinza” e “Bote ao Contrário”. Vai lá: Sexta (09) e sábado (10), às 21h. R$ 20 (inteira) | R$ 10 (meia).

12920291_275234699475208_3077383898951124718_n

Outro querido que lança seu trabalho esse sábado é o Fióti. O músico já tem uma trajetória longa dentro no universo do rap e no Laboratório Fantasma e agora traz “Gente Bonita” recheado de músicas incríveis. A estreia acontece no Sesc Pompeia e conta com participações pra lá de especiais, como a de Ogi, Assucena Assucena e Raquel Virginia (As Bahias e a Cozinha Mineira). Vai lá: Sábado (10), às 21h. Valores vairam de R$ 6 a R$ 20.

3572ceu

Domingo é a vez de curtir a nossa sereia querida, que aterriza sua nave lá no Sesc Santana. Ela mesma, Céu. O show é centrado em seu álbum recém lançado, Tropix que mistura o seu reggae com notas eletrônicas. Irresistível! Vai lá: Sábado (10) às 21h e domingo (11) às 18h. Valores variam de R$ 7,50 a R$ 25.

miranda-kassin_ai_fore

Se estivesse viva, Amy Winehouse faria 33 anos neste mês. Para manter a lembrança de nossa musa britânica viva, Miranda Kassin apresenta o espetáculo “I Love Amy”, que inclui sucessos como “Rehab”, “Back to Black” e “You Know I’m No Good”. Vai lá: Neste domingo (11), o projeto toma conta do palco do Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer, às 21h, por um precinho que cabe no bolso: R$20 (inteira) e R$10 (meia).

Agenda Musical da Semana

agenda-da-semana

Se para Cazuza “O tempo não para”, o que podemos dizer dessa cidade paulistana em que vivemos? Todos os dias tem algo para fazer, ou seja, só fica em casa quem quer! E para dar uma forcinha para vocês, nós da equipe Não Me Poupe reunimos os destaques musicais que acontecerão essa semana (15 a 21 de julho de 2013) na cidade de São Paulo, com o melhor preço, para você curtir sem ficar zerado! Esse semana o agito começa na terça, vai perder?

Terça-feira (16) – Música nova e de graça

SEXY-FI-Camila-Zamith-vocals1A banda brasiliense Sexy Fi apresenta músicas de seu primeiro álbum Nunca Te Vi de Boa, produzido por John McEntire, do Tortoise. Nele, guitarras sobrepostas, dinâmica pulsante, vocal suave, baixo definido e bateria criativa mostram um pop contemporâneo, indie, brasileiro e com sotaque estrangeiro ao mesmo tempo. A folia acontece gratuitamente no Sesc Pompeia às 21h.

Quarta-feira (17) – Música retrô, Jards Macalé e Jorge Mautner

jards-macale

O disco O Banquete dos Mendigos foi gravado ao vivo em 1973 e para comemorar seus 40 anos Jards Macalé decidiu fazer um show que homenageia os artistas que fizeram parte dessa gravação. Ao seu lado na quarta cantam também  Jorge Mautner e Thaís Gulin. No disco original artistas como Paulinho da Viola, Chico Buarque, MP4, Edu Lobo, Milton Nascimento, Raul Seixas e Jhonny Alf, participaram do trabalho. O show de apenas R$24 acontece no Sesc Vila Mariana às 21h.

Quinta-feira (18) – Wado, Cícero e Marcelo Camelo

Wado

Wado é compositor, jornalista e músico com seis discos lançados e onze anos de carreira, tendo passado por diferentes palcos brasileiros e participando de festivais como o Tim Festival, GoianIa Noise e Rec Beat. Nessa quinta-feira recebe Cícero, Marcelo Camelo e Momo no lançamento de seu disco Vazio Tropical. Neste novo trabalho, Wado  partiu da ideia de gravar um disco no formato violão e voz. A noite no Pompéia custa apenas R$16 e começa às 21h30.

Sexta-feira (19) – Viva os encontros e homenagens!

pitanga-em-pe-de-amora

O grupo Pitanga em Pé de Amora é formado por multiinstrumentistas Angelo Ursini, Daniel Altman e Ga Setúbal que se revezam na autoria das composições letradas por Diego Casas, que além de letrista titular, também faz junto com Flora Popovic e Daniel Altman o vocal da maioria das canções. O caráter colaborativo abrange não só a criação musical, mas também a performance do grupo no palco, evidente no rodízio de instrumentos musicais que se dá ao término de cada música, sobressaindo a espontaneidade e o improviso de um time centrado em sua vocação de fazer uma música envolvente e gostosa de se acompanhar. O show tem início às 23h30, rola no Mundo Pensante e custa R$25. Ahh, tem uma listinha amiga também pra quem confirmar a presença no facebook.

22c54f3b-859d-4f14-b13d-14406348e978

Convidados pelo Sesc Vila Mariana para promover um encontro único na história da música brasileira, os dois compositores e cantores aceitaram o desafio de montar um show específico para este encontro. Arnaldo Antunes e Luiz Melodia juntam-se no teatro do Vila com show, que começa às 21h, feito sob medida. Os ingressos (R$40) estão esgotados, mas vale chegar um pouquinho mais cedo, pois o pessoal sempre desiste e devolve até uma hora antes do show.

b688055f-eb1d-4ccb-bce2-7e572b74ae4bNo mesmo dia, porém no Sesc Belenzinho, rola uma  homenagem aos 10 anos da saga de Kill Bill. Para comemorar esse aniversário, a banda Tarântulas & Tarantinos preparou um show especial sobre o tema. Trilhas, imagens, figurinos, cenário, tudo fazendo referência a mais essa espetacular produção Tarantinesca. No show, músicas dos outros filmes também estão presentes, mas a ênfase é em Kill Bill I e II. Luiz Thunderbird (baixo, vocal, guitarra e kazzo), Guilherme Held (guitarra), Felipe Maia (bateria), Du Moreira (teclados e vocal), Juliana R (vocal e percussão). R$24.

Sábado (20) – O Terno e a regueira do fim de semana

488240_417687804934442_378034730_n

Ali na Bela Vista, mais especificamente no Mundo Pensante, os meninos do trio O Terno apresentam o 66. O disco  é dividido entre Lado A e Lado B, como os LPs. Um lado traz cinco composições da banda e outro traz cinco composições de Mauricio Pereira (“Os Mulheres Negras”), arranjadas pela banda. Mauricio participa como convidado especial do lado B. O músico brasileiro Marcelo Jeneci tocou Hammond em duas faixas e Dino Vicente (da lendária banda de rock brasileira dos anos setenta Joelho de Porco e Som Nosso de Cada Dia) toca mini-moog em “Enterrei Vivo “. Já conferi um show dos meninos lá no Pompéia e o post você confere aqui. A apresentação começa às 23hrs e custa R$25 (com a listinha amiga, o preço cai pra R$15).

968847_560792517296850_1642503783_n

Para quem prefere uma pegada mais reggae, não pode perder a noite no Cine Joia. Isso porque nesse sábado, a banda paulistana Maneva faz o lançamento do CD e DVD Maneva – 8 anos Ao Vivo, que foi gravado em São Paulo em julho de 2012. O repertório traz canções dos três álbuns da banda. E não para por aí, pois a abertura fica por conta da banda Mahalo.  Os ingressos já estão no segundo lote e custa R$50, compre aqui.

Dia 07 (domingo) – Tarde de arte e pessoas bonitas

Domingo na Casa: O projeto é uma realização da já famosa equipe da Casa Fora do Eixo e como o próprio nome já diz, acontece todos os domingos. Deixa a tarde mais charmosa, cheia de música e gente bonita! Início sempre às 16h.
Quer ver o seu evento por aqui? Tem alguma dica para compartilhar com a gente? Mande um e-mail para alinepse@gmail.com
Fotos: Melina Souza e Reprodução.