O 150 BPM do Kevin o Chris toma conta do Coala Festival

unnamed
Foto: Felipe Braga

Formado em Campinas, no interior de São Paulo, o DKVPZ vem chamando cada vez mais atenção com as suas influências da música eletrônica global de club (global bass) e o seu background de beats tropicais e brasileiros. Após lançar o EP 019, criar beats para o aclamado disco Bluesman (2018), do rapper Baco Exu do Blues, e fazer turnê internacional, o duo de produtores composto por Paulo Vítor e Matheus Santos foi anunciado como uma das atrações do Coala Festival 2019, marcado para os dias 7 e 8 de setembro, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Acontece que eles não estarão sozinhos. Eles sobem ao palco do evento no dia 8 de setembro e contam com a participação especial de Kevin o Chris, um dos principais nomes do funk 150 bpm, gênero que saiu da favela carioca para ganhar o mundo. A ação é apresentada por Amstel, cerveja puro malte oficial do Coala.

Continuar lendo “O 150 BPM do Kevin o Chris toma conta do Coala Festival”

Coala Festival assume a curadoria do dia 20 de abril do Amstel District

Neste dia, a plataforma coala.lab cuida da escalação de DJs do evento
realizado na Praça Victor Civita

unnamed (1)

Em breve, o Coala Festival dará pistas do que prepara para a sua sexta edição, que acontece nos dias 7 e 8 de setembro, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Enquanto isso, o evento se mantém ativo via coala.lab, que visa a criação de projetos experimentais e culturalmente relevantes em parceria com marcas e artistas. No dia 20 de abril, o festival se faz presente no Amstel District, ação criada pela marca Amstel, cerveja puro malte, nascida em Amsterdã, pertencente ao grupo HEINEKEN no Brasil e também patrocinadora do Coala. Trata-se de um espaço montado na praça Victor Civita, em Pinheiros, com programação e atividades com o que há de melhor na atmosfera holandesa: música, arte, mobilidade, cultura e gastronomia.

Com inauguração marcada para o dia 19 de abril, o Amstel District terá atividades de sexta a domingo, encerrando as atividades no dia 27 de abril. A ação do coala.lab está marcada para o dia 20 de abril (sábado), quando o festival toma conta de seleção de DJs. Na ocasião, assumem a discotecagem: Tata Ogan, Trepanado e Ubunto.

Criado para ser democrático, o Amstel District terá entrada gratuita, por meio de uma inscrição prévia pelo site www.amsteldistrict.com.br.

SERVIÇO – AMSTEL DISTRICT

Endereço: Praça Victor Civita – R. Sumidouro, 580 – Pinheiros.
Preço: gratuito, mediante cadastro no site www.amsteldistrict.com.br *
Horário: das 15h às 22h.
Data: 19, 20, 21 e 27 de abril

Coala Festival confirma as datas da edição 2019

unnamed (12).jpg

Foto: Wesley Allen

Coala Festival completou o ciclo dos seus primeiros cinco anos. Desde a estreia, em 2014, o festival de música brasileira viu o público multiplicar, ganhou um dia extra, promoveu encontros inéditos entre artistas e se tornou um dos eventos mais aguardados do ano. Se engana quem pensa que tais feitos colocaram a produção do Coala em uma zona de conforto. A ideia é se sobressair e inovar a cada ano. Inclusive, a data e o local da sexta edição acaba de ser confirmada: 7 e 8 de setembro de 2019, no Memorial da América Latina.

A partir de 2018, o Coala Festival também passou por uma metamorfose em sua essência e ramificou as suas áreas de atuação. Além do festival anual, a marca deu início a duas iniciativas: o coala.lab, que visa a criação de projetos experimentais e culturalmente relevantes em parceria com marcas e artistas; e o Coala Records, um novo formato de gravadora com foco na música brasileira.

Em breve, mais novidades sobre o Coala 2019. Neste ano, a Amstel está presente como cerveja oficial e a Natura Musical soma mais um ano no patrocínio. Há ainda o apoio de Jameson e de TNT. O Spotify é o player oficial.

Coala Festival abre pré-venda de ingressos

unnamed
Foto: Divulgação – Coala Festival

Marcado para os dias 1 e 2 de setembro, o festival celebra a sua quinta edição no Memorial da América Latina

A quinta edição do Coala Festival já tem data e local marcados. Nos dias 1 e 2 de setembro, o evento reúne bandas e artistas nacionais no Memorial da América Latina. Assim como nos anos anteriores, o Coala abre uma pré-venda antes mesmo de anunciar as atrações.
Mas se eu fosse você, eu correria, porque o evento é marcado por reunir atrações renomadas da cena nacional. Em 2014, a primeira edição do festival contou com Tom Zé, Criolo, O Terno, Trupe Chá de Boldo, 5 a Seco e Apanhador Só. Já em 2015, Bixiga 70, Marcelo D2, Mustaches e os Apaches, Otto, Saulo Duarte e a Unidade e Selton, tomaram conta do local que fica na Barra Funda. Em 2016, Baiana System, Céu, Lila, Karol Conká, Silva e Cícero com participação de Marcelo Camelo fizeram a terceira edição ser história. Por fim, 2017 veio pesadão com Aíla, Liniker e os Caramelows, Tulipa Ruiz, Emicida, Rael, Fióti e Caetano Veloso. Parece que cada ano fica melhor, né?

Continuar lendo “Coala Festival abre pré-venda de ingressos”

Coala Festival anuncia ordem e horário das atrações

18403386_808728155959460_7890468507701886039_n

Programação do evento intercala atrações mais conhecidas e menos conhecidas e sempre começa com um nome que já tem alcance grande

Quando surgiu, em 2014, o Coala Festival tinha como objetivo realizar um evento que reunisse atrações musicais que não eram vistas em grandes palcos – muitas vezes consideradas como alternativas, mas responsáveis por movimentar um circuito fervilhante de São Paulo. Agora, em sua quarta edição, o festival celebra o feito de ter se tornado um dos mais aguardados da agenda cultural da cidade. No dia 12 de agosto, ocupa mais uma vez o Memorial da América Latina, espaço onde é realizado desde a sua primeira edição.

A cada ano, o Coala tem como desafio tornar a programação mais diversa e democrática, tendo o cenário musical brasileiro como cerne – e a preocupação de equilibrar a presença de artistas em diferentes momentos da carreira. A ordem das atrações é outro detalhe pensado minuciosamente pelos organizadores do evento. “Geralmente, os grandes festivais começam com as atrações menos conhecidas e terminam com as atrações mais conhecidas (headliners). Muitas vezes, isso faz com que as pessoas cheguem mais tarde para ver apenas aquelas bandas que elas já conhecem, dando menos relevância para as atrações anteriores”, comenta Gabriel Andradecurador do Coala junto a Marcus Preto. No Coala, a ideia de headliner não existe, pois o festival entende que todos os artistas têm o mesmo valor. “O artifício que temos usado para que todas as atrações toquem para um público relevante é o de intercalar nomes mais conhecidos e menos conhecidos, começando sempre com alguém que já tem um alcance grande. Nesse ano, por exemplo, abriremos com Liniker e os Caramelows”, completa Gabriel Andrade.

Confira a programação do Coala Festival:

13h10 | Liniker e os Caramelows
13h55 | Forró Red Light
14h25 | Aíla
15h10 | Uaná System
15h40 | Tulipa Ruiz
16h25 | DJ EB
16h55 | Rincon Sapiência
17h50 | Shaka
18h20 | Emicida, Fióti e Rael
19h50 | DJ Tahira
20h20 | Caetano Veloso