Começa hoje a Mostra Sesc de Cinema Paulista 2017

c5f3643f-d793-4395-853c-0652a957020b

CineSesc recebe etapa estadual da Mostra Sesc de Cinema de 28 de junho a 5 de julho

 Apesar do aumento de espaços de exibição de filmes com a chegada de novos meios de difusão audiovisual, como streaming e video on demand, boa parte da produção cinematográfica brasileira não chega ao público, seja por falta de recursos, seja por falta de espaço. Com o objetivo de promover a difusão do cinema nacional que não encontra lugar no circuito comercial, o Sesc organiza a Mostra Sesc de Cinema, dividida em duas etapas, uma estadual e uma nacional.

Continuar lendo “Começa hoje a Mostra Sesc de Cinema Paulista 2017”

É hora de votar!

Que-Horas-ela-Volta-1

42º Festival Sesc Melhores filmes abre votação e quem faz parte da academia é você!

Que Oscar, que nada! Enquanto a academia mais famosa do mundo sofre diversos protestos por ser racista e machista, justamente por ter uma comissão arcaica e patriarcal – o Brasil é democrático. O assunto aqui é o CineSesc, o cinema de rua a preços populares, que promove anualmente um festival com os melhores filmes do ano anterior.

Pois bem, afinal, quem faz parte do júri aqui é você e a votação já está aberta. Com oito categorias, o evento promete diversidade nos longas apresentados. E para participar, basta entrar no site e escolher suas películas preferidas entre: melhor filme, diretor, ator e atriz nacionais e estrangeiros e melhor roteiro, fotografia e documentário nacionais.

Continuar lendo “É hora de votar!”

Nem só de Amélie é feita uma Audrey

Amelie111Audrey Tautou nasceu em território francês no dia 09 de agosto, portanto, hoje completa 35 anos. Ficou conhecida por interpretar Amélie, no filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain lançado em 2001 pelo diretor Jean-Pierre Jeunet. Posso dizer que esse foi o filme que me despertou para o cinema, apesar de na época eu ter visto um punhado de vezes até entender, fiquei encantada ao primeiro contato com o cinema europeu. Afinal, ele pode mudar a vida de qualquer um, que dirá a de uma garota de 14 anos que até então só via filmes americanos, sem dar a devida importância. Porém, nem só de Amélie vive Audrey, que já interpretou diversos papéis maravilhosos. Separei outros longas com a graciosa Audrey que valem a pena ver. Ou seja, você já sabe o que vai ver nesse fim de semana.

DICA: Acho super legal ter os DVDs para colecionar em casa, mas sei bem qual a nossa real situação, portanto, saiba que todos estão disponíveis para download no site O Melhor da Telona, que aliás, é bárbaro.

Coco Antes de Chanel

Coco

Quando criança Gabrielle (Audrey Tautou) é deixada, junto com a irmã Adrienne (Marie Gillain), em um orfanato. Ao crescer ela divide seu tempo como cantora de cabaré e costureira, fazendo bainha nos fundos da alfaiataria de uma pequena cidade. Até que ela recebe o apoio de Étienne Balsan (Benoît Poelvoorde), que passa a ser seu protetor. Recusando-se a ser a esposa de alguém, até mesmo de seu amado Arthur Capel (Alessandro Nivola), ela revoluciona a moda ao passar a se vestir costumeiramente com as roupas de homem, abolindo os espartilhos e adereços exagerados típicos da época.

Amar… Não Tem Preço

Amar...

Jean (Gad Elmaleh) é um jovem e tímido atendente de bar, que é confundido com um milionário pela bela Irène (Audrey Tautou), uma jovem oportunista. Quando ela descobre a verdade o abandona, mas Jean, apaixonado, não pretende deixá-la escapar.

Therese D.

ThereseD

França, década de 1920. Thérèse (Audrey Tautou), é uma adorável e espirituosa jovem mulher que se casa com Bernard Desqueyroux (Gilles Lellouche), seu vizinho, transformando assim suas respectivas terras em uma grande propriedade. Bernard tolera a personalidade e as opiniões fortes de sua brilhante esposa, mas ela logo se vê sufocada pelo tédio de sua vida provincial e pela mediocridade intelectual de seu marido. Ela sonha com o a efervecência cultural de Paris e começa a procurar uma maneira de revolucionar sua vida.

A Delicadeza do Amor

A Delicadeza

Nathalie (Audrey Tautou) é jovem, bonita, tem um casamento perfeito e leva uma vida tranquila, com tudo no lugar. Contudo, quando seu marido vem a falecer após uma acidente, seu mundo vira de cabeça para baixo. Para superar os momentos tristes, ela decide focar no trabalho e deixa de lado seus sentimentos. Até o dia em que ela, sem mais nem menos, tasca um beijo em Markus (François Damiens), seu colega de trabalho e os dois acabam embarcando numa jornada emocional não programada, revelando uma série de questões até então despercebida por ambos, o que os leva a fugir para redescobrir o prazer de viver e entender melhor esse amor récem-descoberto.

A Espuma dos Dias

A Espuma

Colin (Romain Duris) é um homem rico e despreocupado, que nunca precisou trabalhar. Tímido, ele nunca teve muito sucesso com as mulheres, até ser apresentado a Chloé (Audrey Tautou) durante uma festa. Apesar de um primeiro encontro desastroso, os dois se apaixonam e se casam. O casal está sempre cercado pelos amigos Nicolas (Omar Sy), um cozinheiro talentoso, oChick (Gad Elmaleh), um intelectual pobre e fascinado pelo filósofo Jean Sol-Partre, e a extrovertida Alise (Aïssa Maïga). Tudo caminha bem, até o dia em que Chloé é diagnosticada com uma doença rara: ela tem uma flor de lótus crescendo dentro do seu pulmão. O caríssimo tratamento exige o uso de diversos medicamentos e a aplicação de centenas de flores, levando Colin à falência, e a amizade do grupo à crise.

tumblr_lxo7juZ35y1qaflabo1_500Aproveita, Audrey! Hoje o dia é só seu! Feliz aniversário, diva!

Cine drive-in em São Paulo chama atenção de adeptos ao retrô

grease21

Se você assim como eu, é uma maníaca pelo retrô e os anos da brilhantina, com certeza lembra da cena acima. No filme Grease, Danny leva Sandy ao cine drive-in, cheio de segundas intenções, digamos que o rapaz não estava muito interessado em ver o filme. E quem nunca sonhou em voltar no tempo por uma noite, só para assistir um longa dentro do carro do boy? Então, eu tenho uma ótima notícia para você! Os famosos autocines inspiraram a programação que acontece no Sesc Osasco nos dias 8, 9 e 10 de agosto. O Cine Chaparral irá recriar toda a ambientação das décadas de 60 e 70 e proporcionar ao público a sensação de voltar no tempo e estar dentro de um autêntico cine drive-in. Não é demais?

A história do Cine drive in começa em 1932, quando a mãe do americano Richard Hollingshead reclamou dos desconfortáveis assentos de cinema para pessoas acima do peso. Para solucionar o problema ele criou o cinema drive-in como conhecemos hoje. Amarrou um lençol em duas árvores para servir de tela e, com um projetor Kodak 1928, exibiu um filme enquanto a mãe estava dentro de seu próprio carro.

Em 1933, já com a ideia patenteada, Richard fundou o primeiro cine drive-in com a exibição da comédia de Fred Niblo, Wives Beware,e o slogan “Toda família é bem-vinda, independente de quanto às crianças são barulhentas”.

No Brasil, a ideia chegou em 1968 trazida pelo piloto de fórmula 1, Eduardo Celidônio, que conheceu esse modelo de cinema dois anos antes em uma viagem aos Estados Unidos. Celidônio, preferia usar o termo autocine para definir o Snob’s, que ficava na Avenida Santo Amaro e foi o pioneiro da cidade de São Paulo, com capacidade para 260 carros; funcionou até 1990.

Seguindo o sucesso do Snob’s, Mário Paes da Fonseca abriu o Moon Auto Cine, em 1970, que ficava na Avenida Interlagos (São Paulo)  e que em 1976 virou o Motel Auto Moon, funcionando até 1980.

Em 1971 surgiu no país um dos mais famosos cine drive in’s, o Chaparral. Parceria inicial dos amigos José Sante Ciongoli e Nuncio Basile, ficava no número 2000 da Avenida Condessa Elizabeth Robiano (Marginal Tietê, no bairro da Penha, São Paulo).  O Chaparral teve um curto período de funcionamento, durou apenas 3 anos, funcionando até 1974.

Atualmente, o último cinema a céu aberto que funciona em nosso país é o Cine Drive-In, localizado em Brasília. Aberto no ano de 1973, é um dos marcos históricos para os cinéfilos. Possui uma tela de 312 metros quadrados, e uma torre de som com a transmissão de rádio FM.

Em Osasco, o Cine Chaparral irá recriar toda a ambientação das décadas de 60 e 70 e proporcionar ao público a sensação de voltar no tempo e estar dentro de um autêntico cine drive-in.

Os filmes Hoje, Quanto Mais Quente Melhor e A Invenção de Hugo Cabret serão exibidos nessa mostra. A programação é gratuita e acontecerá no estacionamento do Sesc. Que tal chamar o boy ou mesmo as amigas para uma noite diferente? Mais informações aqui.

557372_411560595574780_1745448437_n_large