Janeiro em show: um resumo de tudo o que vi no primeiro mês do ano

Nem sempre dá pra fazer vídeo de show lá pro canal (aliás, se não conhece, que tal dar uma passada lá?). Então, quando não rolar, eu coloco aqui, ok? Como janeiro foi lotado de vídeos, decidi fazer aqui um resumão de tudo o que eu vi no comecinho desse 2017.

15936456_10210734039443112_7886672927614278693_o.jpg

O ano começou com uma apresentação incrível (e bastante disputada) d’Os Paralamas do Sucesso lá no meu queridinho Sesc Pompeia, dia 12 de janeiro. Foi um tiroteio de singles, pra deixar qualquer um maravilhado e sem parar de cantar. Eu acho que nunca vi fãs tão entusiasmados. “Óculos”, “Meu Erro” e “Aonde Quer Que Eu Vá” foram apenas algumas das tocadas durante os quatro dias de pura energia.

16107216_10210752881994164_4077563306810945557_o.jpgVocês têm a impressão que é muito mais difícil falar de algo que vocês AMAM? Pois é, acho que por isso, eu nunca falei muito da Liniker e Os Caramelows. Esse ser humano iluminado e que faz músicas para tocarem a alma é simplesmente a dona da minha vida. Forte e encatadora, Liniker entrou com sua banda ao palco e fez do meu 14 de janeiro, no Sesc Santana, mais feliz!

IMG_20170125_161425542_HDR.jpgEssa é outra musa que está no topo do meu coração e que já sou praticamente presidente do fã-clube, de tantos shows que eu compareci. A Tássia Reis fez um show incrível na comemoração do aniversário de São Paulo, no dia 25 de janeiro, lá no CCJ. Totalmente de graça, a apresentação trouxe não só a rapper de jacareí e sua fiel companheira Lívia Mafrika, mas também a participação da mirim e fabulosa Mc Soffia.

16179586_10210865097759488_6427157420577844488_o.jpg

Saí do CCJ antes de ver As Bahias e a Cozinha Mineira e o Rashid, por uma boa causa. Marquei presença na inauguração  da Casa 1, ali no bairro da Liberdade. O estabelecimento é uma organização sem fins lucrativos e que tem como missão acolher pessoas LGBTs que foram expulsos de suas casas. Uma iniciativa linda e que precisa de doações. Para saber mais, assista:

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fcasaum%2Fvideos%2F1793778570873844%2F&show_text=0&width=560

IMG_20170127_230740573.jpg

“Uh, uh, uh, que beleza” foi ver a homenagem “Um Baile por Tima Maia” que exaltou as canções da fase Racional do eterno Sebastião. O espetáculo recebeu Ellen Oléria, Rico Dalasam, Tony Tornado e seu filho. Juntos, os artistas colocaram todos da Choperia do Sesc Pompeia pra dançar no dia 27.

16299112_10210898994526886_5167111258816816247_n.jpg
Foto: Filipa Andreia

Para fechar a semana e o mês, eu compareci a um evento que apareceu no meu feed e que se chamava Rockzin de quintal. Logo me chamou atenção, claro. Principalmente, porque tinha o nome BRVNKS em sua descrição. Essa banda tem sido o destaque no meu perfil do Spotify há semanas, então claro que eu queria ver a Bruna cantando ao vivo. Fui, mas era um domingo e como um bom misto de workaholic e cansaço, fiquei preocupada quando o evento começou a atrasar. Porém, antes de desistir e enquanto esperava, conheci uma mocinha muito fofa. Alambradas é o nome do projeto da Nicole que toca piano e tem voz de algodão doce com letras que desmancham qualquer coração. No final das contas, o saldo foi totalmente positivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s