Cinética mistura sentimentos, música eletrônica e sensualidade

13775971_878938575582922_3931520674549048843_n

O lançamento de Anne Jezini conta com nove faixas, beats certeiros e produção de Lucas Santtana

“Cinética”, é o mais novo trabalho de Anne Jezini, disponível em todas as plataformas digitais. A jovem cantora veio Manaus, e foi lá onde começou a compor e soltar a voz. O disco evoca as raízes e memórias musicais de Anne, além de traduzir, com sensualidade e alegria, a magia do movimento das palavras, em suas letras e beats. “A atmosfera do disco é solar, pra cima, e o fio que costura as músicas entre si, são os movimentos da vida, seus relacionamentos e contrastes”, explica a artista.

Como fonte de inspiração de Anne, estão os gêneros musicais synthpop, new R&B e do guetotech, além de artistas como Peaking Lights, Lcd Soundsystem, Wild Belle, Santigold e  o próprio Lucas Santtana. “Ele tem um desapego estilístico incrível e um gosto apurado na escolha das combinações de timbres”, diz Anne sobre seu produtor.

“Cinética” tem 9 canções, onde se misturam letras autorais(37, Deu, Roller coaster man, Lonely boy), parcerias, como nas faixas “Uma pausa”  e “Vale”, composições de Lucas Santtana, “Que seja leve” e “Modo de vôo” e uma nova roupagem, com perfume de cúmbia, para “Carnavalito”,  música andina que a moça cantava na infância. Um tema importantíssimo ressaltado no álbum é a ansiedade, retratada na canção “Uma pausa”, o primeiro single do disco. “Nessa canção, falo de momentos da minha existência, onde foco 100% de minha atenção em atividades que me trazem experiências mentais, onde o tempo e espaço transcendem a minha pessoa”, traduz a cantora.

Com intuito de buscar um conceito sonoro que soasse o mais vivo possível, a cantora reuniu uma conceituada trupe de músicos, liderada por Lucas Santtana, que também assina a produção do disco. A banda conta, ainda, com Fábio Pinczowski, Gui Calzavara e Thiago França. O percussionista Marcelinho da Lua participa de “Vale”, composição dele, de Anne e de Lucas.”A primeira vez que trombei com a música de Anne Jezini foi na internet. Como músico, participar da produção desse disco foi muito prazeroso e tranquilo. Ela canta muito bem e é o tipo de menina rara, que faz um comentário do tipo: Adoro o som daquele teclado no refrão”, confessa Lucas.

Você pode ouvir o disco pelo Soundcloud ou no canal do Youtube da cantora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s