Clarice Falcão leva a turnê Monomania para o Cine Joia

63537af8128411e39fda22000a1f8ae8_7Lá fora a temperatura ainda estava alta, mas Clarice Falcão subiu ao palco munida de capa, guarda-chuva e Eu Esqueci de Você, música que abre seu disco Monomania,  para começar o seu primeiro show do sábado (31) no Cine Joia. Os ingressos que iam de R$40 a R$80 tinham se esgotado uns dias atrás. Também pudera, a garota de apenas 23 anos é o grande fenômeno da internet, não apenas por sua voz doce e cara de anjo, mas por fazer parte do grupo de humoristas Porta dos FundosE foi só lá pela terceira música, que a cantora abandonou os apetrechos contra a chuva e exibiu um figurino romântico: blusa branca de renda e saia da mesma cor só que com babados.

c12a591e131811e3a42522000a1f96b3_7 (1)

Apesar de demonstrar um pouco de timidez, a cantora espalhou sua fofura pelo público do Joia que acompanhou o repertório cantando fervorosamente, muitas vezes cobrindo sua voz suave. A apresentação seguiu com Macaé, De Todos Os Loucos do Mundo, Um Só e Qualquer Negócio. Antes de cantar a versão em português de Fred Astaire, a carioca explicou com humor o por que não tinha nenhum Fred na letra da música, justificando que quando a canção era em inglês, havia sim. Mas no meio da tradução, ela ficou com preguiça de colocá-lo ou mudar o nome da composição. Então, ficou assim mesmo.

No show, a moça dos olhos azuis cantou sem a companhia de SILVA  a fofa Eu Me Lembromas contou com a ajuda de Rico Vianna, seu primo. Por lá, passaram Austrália, música que ela compôs para o curta Laços (ainda não viu? Clica), que atuou quando tinha apenas 16 anos. Talvez, O Que Eu Bebi e A Gente Voltou estavam incluídas na apresentação, além de A Dona da História, música de João Falcão, roteirista e também seu pai. Essa É Para Você foi dedicada com carinho para Gregório Duvivier, ator e namorado de Falcão. Composta pelo próprio Gregório, a letra é uma brincadeira e ficou muito famosa em um dos episódios do Porta dos Fundos. 

aac8dccc129611e3a64d22000a9f1590_7

Os fãs na platéia estavam tão afiados, que até mesmo a canção Se Esse Bar que foi lançada no último dia 25 (e já tem 543.054 views), estava na ponta da língua e formou-se um grande e bonito coro. Antes de fechar o show com Oitavo Andar, Clarice fez questão de prestar seus agradecimentos ao grupo de humoristas em que trabalha: “O Porta dos Fundos me trouxe muitas coisas, mas a melhor foi a ameaça de processo do deputado Marcos Feliciano”. Isso porque ao lado de Rafael Infante, ela encenou um episódio do canal que fez piada com Deus. “Na minha religião, a coisa mais sagrada do mundo é as pessoas poderem se amar como elas quiserem. Então, acho que eu posso processar ele também”, completou a garota fazendo menção ao projeto de Feliciano, a polêmica Cura Gay.

Depois de um bis ensaiado com a platéia, mas que aconteceria de qualquer forma, a carioca voltou com sua banda para fazer a divertida Capitão Gancho e fechar o primeiro show com Monomania. Os artistas ainda se uniram para a clássica foto de despedida e deixaram o palco, após cerca de 60 minutos de apresentação, com uma verdadeira chuva de aplausos. E é isso que “eu me lembro” do sábado maravilhoso que eu tive e já aguardo ansiosamente por mais uma vinda da garota a São Paulo.

Não conhece o disco da cantora ainda? Lá no Rdio ele está disponível na íntegra, ouça.

Fotos: Instagram e Cine Joia.

Agradecimentos: Cine Joia e Agência Lema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s