Show do Criolo, pra fechar (bem) o ano!


Eu nunca havia ido ao SESC Belenzinho e quando cheguei à bilheteria do lugar, totalmente ensopada, fiquei feliz de logo conseguir meu ingresso. Os três dias de show (19, 20 e 21) tinham esgotado em apenas 40 minutos no dia em que começaram as vendas (quase um mês antes). Afinal, não era um show qualquer, era o próprio Criolo Doido. Foi bonito de se ver a fila que se formou na porta da comedoria, onde seria a apresentação, pessoas de todos os públicos e idades.
Sem demora e atrasos (por isso que eu amo o SESC), o moço que havia acabado de rodar a Europa, foi recebido calorosamente no primeiro show em solo brasileiro, após a sua turnê fora do país. Começou com Mariô, que fez muita gente gritar bem alto o verso “Fia, eu odeio explicar gíria”. Ao lado do inseparável amigo, DJ Dandan, Kleber que é mais conhecido por Criolo, cantou todas as músicas do seu último CD, o aclamado Nó Na Orelha, lançado no ano passado e que fez muito sucesso em 2012.
O cantor, sempre muito humilde, após a primeira música falou um pouco sobre a atual situação da cidade de São Paulo. “Enquanto a corrupção não acabar, as mortes nas ruas irão continuar”, disse emocionado. Ainda em tempo, agradeceu ao público por ter comparecido ao local, a noite, mesmo todos sabendo que acontecem cerca de 12 mortes por noite na capital paulistana. “Esse número é o que eles conseguem catalogar. Imagina o que não acontece nas periferias à fora?”, desabafou.

Além das músicas de seu disco, Criolo também cantou a sua versão de Cálice, sussurrando no palco, quase como uma reza. Também incluiu Para Mulatu do cantor Gui Amabis, além de Pra Que Cerol? e Demorô do disco anterior, Ainda Há Tempo
Com toda a simplicidade, ele convidou os MCs que estavam na casa para lançarem uma rima com ele em cima do palco. E aí eu te falo, paguei apenas R$6,00 (sou sócia do sesc), para ver um show incrível como esse! Tem gente que paga 300, 400 e até 1.000 reais para ver divas do pop (Madonna, Lady Gaga e afins) que trocam de roupa a toda hora no meio do show, para distrair o público de quão ruim são as suas vozes. Ok, eu até gosto dessa galera do pop, mas conheço muita gente que não vai à show nacional e baba o ovo pra quando a galera de fora vem. Por favor, né? Primeiro vamos valorizar o que temos aqui e depois apreciar o que vem de fora. 

OBS: Nota 10 para a comedoria do SESC Belenzinho. Lugar calma, arejado, bonito e com drinks e comidinhas bem baratas! Vale a pena a visita! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s