O encantamento pelo desastre


A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.” 

Tive uma relação um pouco contraditória com o livro “Belo Desastre”, num contexto geral amei a história, os personagens e o romance, mas na minha cabeça eu imaginei a história de uma outra forma, que acabou prejudicando a minha visão sobre o livro. Tive três dias de pura obsessão pela trama, qualquer tempo disponível, e confesso que até nos ‘não disponíveis’, eu pegava o livro e começava a ler sem a intenção de parar. Sei que devo ter desanimado vocês logo no começo, mas a autora Jamie McGuire narra a trama de Belo Desastre de um modo envolvente que transforma essa história, que tem tudo para se tornar aqueles clichês amorosos, em uma história apaixonante e sedutora. Acreditem meus caros leitores, este livro irá fazer com que vocês percam algumas horas de sono e se esqueçam de respirar por alguns segundos – no meu caso, por horas!

Logo nas primeiras páginas você percebe como este livro se diferencia dos demais, não é apenas uma história de amor, com um final feliz e alguns obstáculos e sim uma desastrosa história de amor, com uma bela história paralela – sim, isto foi uma tentativa de trocadilho. Travis Maddox é um personagem que me arranca suspiros até hoje. Conhecido como o garanhão, lutador que não se importa com ninguém, muito menos com as meninas que ele se relaciona. Abby Abernathy, a típica “mocinha” da história que carrega um grande passado obscuro que desperta a curiosidade de Travis. A melhor amiga de Abby, America, que se mudou com ela para a nova cidade para ajudar sua amiga a fugir do passado. Shepley, primo de Travis e namorado de America que sempre está dividido entre apoiar seu primo, sua namorada, a amiga de sua namorada e a si mesmo. Temos a família de Travis que mesmo não aparecendo sempre acabam se tornando o eixo principal entre a relação de Abby e Travis. Finch, que é um dos melhores amigos de Mare (America) e Abby. E temos também Parker, que acaba se tornando um paquera/ficante de Abby durante a história. Logo quando os dois se conhecem Travis faz de tudo para conquistar Abby que, ao contrário, faz de tudo para que ele perca o interesse nela, mas acabam se tornando bons amigos, que na minha humilde opinião foi a melhor parte do relacionamento deles. E tudo isso começou por causa de uma aposta.

Apesar da atração evidente entre Travis e Abby, ambos acreditam que não são bons o suficiente para fazer o outro feliz e para Abby também é como se seu passado estivesse voltando novamente, que é tudo o que ela mais despreza, com isso as desavenças entre os dois aumenta e a paixão também. Apesar de ter deixado seu lado cafageste de lado, ou melhor, de ser capaz de dormir com a mesma garota todos os dias, Travis continua sendo o garanhão da universidade, com uma pitada a mais de agressão. E Abby continua perdida entre ele e seu passado, mas essa ladainha não dura muito tempo já que eles se rendem ao desejo e começam a namorar.

” – É perigoso precisar tanto assim de alguém. Você está tentando salvar o Travis, e ele espera que você consiga. Vocês dois são um desastre.”

A história se perde um pouco com esse relacionamento, acredito que a minha fissura por personagens cafajestes tenha prejudicado a minha opinião sobre o livro, já que tudo vira um excesso. Travis se torna obsessivo, agressivo, descontrolado com esse relacionamento e, de uma hora pra outra, volta a ser o personagem dos meus sonhos. O relacionamento dos dois se torna complicado, aquele relacionamento vai e volta sabem?  Mas não há dúvidas que um completa o outro, Abby é a garota perfeita para Travis e este faz com que ela encare seus medos e até o seu passado.

“- Mais cedo ou mais tarde haverá um coração partido nessa história. Não acho que ele seja capaz de ser fiel. 
– Ele não era capaz de ser amigo de uma mulher também, mas vocês dois chocaram a Eastern inteira com a amizade de você.” 


Mas foi como eu disse no começo: A história te envolve. Você acaba se tornando obsessiva e descontrolada com o relacionamento dos dois, com a história pararela desse relacionamento e como que tudo termina. É uma trama bem elaborada com uma pitada de erotismo e sensualidade que faz com que o leitor deseje entrar no livro e fazer parte da história, só pra ter um pouquinho de ação e romantismo em sua vida. E pra deixar todos morrendo de curiosidade a autora também irá lançar o livro “Walking Disaster” que é a versão do livro pela visão de Travis! E ai? Quem ficou ansioso pra saber como essa mente masculina funciona? 

Título: Belo Desastre | Autor: Jamie Mcguire | Editora: Verus |Ano: 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s