Virada Cultural 2012

Atrasada é pouco, né? Sim, sim. Mas vim aqui pra falar um pouco de como foi a minha Virada Cultural! Essa foi a quinta vez que participo e posso dizer que foi a melhor edição que participei. Acho que tinha poucas atrações musicais conhecidas, mas a organização estava muito boa! A sinalização, a entrega dos mapas, as comidinhas e eu acho que uma parte dessa organização foi por parte do próprio público, pois senti todo mundo muito tranquilo. Acho que o brasileiro está começando a saber lidar com essas situações de multidão e saber aproveitar mais as oportunidades que nos é dada. Pra começar fui ao show que a Maria Rita fez no Parque da Juventude em homenagem à Elis Regina, o evento não fazia parte de Virada, mas foi um bom esquenta! 

O “Viva Elis” organizado pela Nivea, reuniu 60 mil pessoas loucas para ver a filha da diva cantando músicas como “O Bêbado e a Equilibrista” e “Fascinação”. Maria Rita mostrou-se muito emocionada em boa parte do show através da voz que muitas vezes saía baixinho ao falar da mãe. “Faz 30 anos que ela se foi. Eu tinha quatro anos quando isso aconteceu e não tenho nenhuma lembrança da nossa vida juntas. Mas tenho o privilégio de ter essas canções, que representam o que foi a minha mãe e mostram que certamente nós seríamos grandes amigas”, disse a cantora.
Depois partimos para o centro, que é onde tudo acontecia. Paramos para comer perto do Copan, mas o objetivo do nosso grupo era o Palco Cabaret lá na República ver a Gretchen. Sim, queridos leitores, meu amigo Vinícius estava louco pra ver a rainha do rebolado! haha! E eu com meu bom humor, fiquei lá esperando com ele, até porque ficar perto dos meus meninos (Vitor e Vinícius) já garantem a diversão da noite. 
Porém, só encontramos umas moças rebolando no pole dance, tirando a roupa e uma ruiva que cantava extremamente bem as músicas da Edith Piaf. Gretchen ali só ás 23:30! D:

Encontramos um outro grupo de amigos e fomos para o Palco da Mtv, que tinha muitas atrações do rap nacional e as barraquinhas de comida ali estavam boas! Chegamos no meio da apresentação do rapper Ogi, mas depois o DJ que estava lá tocou Criolo e uns raps da antiga (fogo na boooomba) que animaram a galera!
E depois veio a Gretchen, enfim, mas eu só fiquei uma musiquinha, porque já estava tarde e eu queria ir pra casa, descansar, porque o domingo começava cedo lá no centro outra vez.

No domingo eu queria acordar cedo pra ver Vanguart e Cachorro Grande, mas o cansaço não deixou. Mas 12:30hrs lá estava eu na República ansiosa pra ver a Flora Matos e a linda da Lurdez da Luz.

As meninas tem um “Ziriguidum” fenomenal! Representam muito o rap nacional (aliás, estou preparando um post sobre isso) e como disse a Flora: MÁXIMO RESPEITO!
Depois fui almoçar com os meus gêmeos, tentamos ir naquelas barraquinhas dos chefs no Minhocão, mas estava muito cheio. 
Depois de almoçados, vimos o finalzinho da Trupe Chá de Boldo e o show lindo da Banda Mais Bonita da Cidade na XV de Novembro.
Uyara muito fofinha! *-*
E uma dica: Pessoal, julgue uma banda após ouvi-la ao vivo. Eu já gostava da  Banda Mais Bonita, mas depois desse segundo show (já tinha ido uma vez e falei disso aqui), fiquei mais apaixonada! 
Pra finalizar depois de muita “Oração” com a banda mais lindona da cidade, fomos ver a apresentação lotaaaaaaada da banda Fresno lá no palco da Mtv.
Enfim, fomos para casa muiiitos cansados, mas felizes! 🙂
Essa virada foi muito legal e eu espero que tenhamos mais passeios desse tipo e qualidade em São Paulo. Parabéns à todos envolvidos no evento.
E vocês foram? Como foi? O que viram?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s