Dicas de sobrevivência para a Virada Cultural

Alô, alô paulistas, paulistanos e todos os simpatizantes dessa cidade linda que é São Paulo nesse final de semana (05 e 06 de maio) começa a tão esperada Virada Cultural de São Paulo.
Admito que espero a Virada com mais ansiedade que o Natal, Ano Novo e meu aniversário, rs. Os dias de maior tortura para a minha pessoa, são aqueles perto de soltarem a programação na internet. Eles anunciam toda hora, fazem suspense e eu morro de curiosidade. Assim que sai a lista, eu dou uma lida calmamente e já começo a fazer o meu roteiro.
Vou à Virada desde 2008, já virei em alguns anos e após algumas experiências ruins, aprendi uns truques para curtir da melhor maneira possível.

Programação:
Como eu já comentei no início do post, se programar é fundamental. Aqui na cidade, a maioria das apresentações acontecem no centro de São Paulo, mas existem outros pontos da cidade que fazem parte, como o SESC e Céu. Por isso, é bom ver a programação antes, assinalar as atrações que você gostaria de ver ou pelo menos as prioridades. O que pra mim é mais importante são os shows, seleciono os que gosto e o segundo passo é montar um roteiro, dos locais e horários de cada atração desejada. 
É importante ver também as distâncias entre uma apresentação e outra, para que seja analisado o tempo que se vai gastar para chegar nos horários desejados. 
Ir para a virada cultural com essa programação já garante 50% do passeio, pois você não vai perder tempo andando de um lado para o outro e já saberá em quais locais deverá estar em determinada hora.


Virar ou não virar?
Ok, o nome do evento é Virada Cultural, mas não quer dizer que por isso você DEVE virar. Eu particularmente, não viro mais. Virei algumas vezes e a questão é: você cansa. Chega uma determinada hora da noite que você se cansa, ou seja, não vai aproveitar em nada o domingo. Acho que essa parte é bem relativa e depende um pouco da programação, afinal, se uma banda que você gosta MUITO vai tocar ás 02:00hrs da madrugada, vale a pena ficar e curtir o show. 
Porém, eu sempre fico até tarde (umas 23:00/00:00hrs), volto pra casa, tomo um banho, durmo e bem cedinho lá estou eu novamente. Percebi que desse jeito funciona melhor pra mim, depende o que é melhor pra cada.
Quanto à segurança, nunca vi algo drástico acontecer. Claro que se você beber sem limites, usar drogas, arrumar briga, a sua noite não vai ser tão legal. Mas se você estiver em um grupo legal, que sabe os limites da vida, é bem sossegado virar a noite, pois existe bastante polícia nesse dia.


Roupa
Virando ou não, é certo que você passará bastante tempo por lá, irá andar, pular, ficar no meio de muiiita gente, então um look básico e confortável faz toda a diferença. As melhores opções para mim são: shorts, tênis e uma blusa meio frio, ela pode ser cardigã ou não. Mas algo que não seja muito grosso, porque as temperaturas esquentam, certo? Ah, bolsa sempre pequena, com o mínimo de coisas dentro.

Necessário: O que é necessário para ir a virada? Depende muito de quanto tempo você vai passar lá, mas tente sempre levar a menor quantidade de coisas possível (praticidade, meninas!). Rg, celular, dinheiro e bilhete único são indispensáveis. Óculos de sol e uma garrafinha de água também são bem vindos. Tudo isso dentro dessas bolsinhas pequenas, de lado, com correntinha que podem ficar junto ao corpo, o que evita possíveis furtos.

E essas são as dicas de uma sobrevivente que parte amanhã para a sua 5ª Virada Cultural! Primeira parada? Show “Viva Elis” interpretado por Maria Rita. Boa virada à todos que vão! 🙂




2 comentários em “Dicas de sobrevivência para a Virada Cultural

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s