Cilada.com

Ontem fui ver o tãão comentado filme “Cilada.com”, com minhas queridas amigas Mariana (@looka_rock) e Jéssica (@_hotlikeafire), lá no Espaço Unibanco do Shopping Bourbon. Eu estava louca pra ver o filme, desde que o dia do X-Men, que foi a primeira vez que eu vi o trailler.
Já teria ido antes, se não fossem as duas me enrolando, mas é assim mesmo, né? Meninas populares, com pouco horário na agenda pra moça da cidade grande! HSUAHSAUS’
Vamos ao filme, que é o que interessa! Primeiro de tudo, vou falar mais uma vez sobre filmes nacionais aqui no blog. Diferente de muitas pessoas do nosso país, eu gosto muito do cinema brasileiro, é difícil eu ver um filme que não goste. Claro, não somos ricos em efeitos especiais e tudo mais, porém você não pode negar que a qualidade tem melhorado muito de uns tempos pra cá! (Leia mais sobre filmes nacionais aqui).
O filme conta a história de Bruno, que faz a namorada Fernanda passar por uma humilhação logo no começo da trama, por conta disso, ela promete vingança e logo no dia seguinte vem a bomba! O vídeo dos dois fazendo sexo está no Youtube, o maior problema é que Bruno é muito “rápido” ou seja, virou a piada do trabalho.
É então que ele tenta de todas as formas tirar essa má visão que as pessoas tem dele, mas parece que o destino não está a seu favor e tudo vai contra. 
Além do humorista reconhecido Bruno Mazzeo, temos também Dani Calabresa, Sérgio Loroza (Marconha) que em muitas cenas se destacam mais que o próprio protagonista. 
A trilha sonora é muito boa, contando com “Por Tudo Que For”, do Lobão na maior parte do filme e ao fim uma música bem cômica, fui atrás hoje de manhã e descobri que é da Luísa Casé (sim, prima da Regina!), que faz a Lorelai da Malhação.

O filme é uma adaptação do programa que leva o mesmo nome, transmitido pela Multishow. A comédia romântica veio pra mostrar que brasileiro também sabe fazer coisa boa, além dos clichês “filmes de favela”. 

Muita gente comparou com “Se Beber Não Case”, mas eu discordo muito, afinal o americano é totalmente crazy o que deixa o telespectador pasmo, ao invés de conquistar gargalhadas. 
Creio que se não tivesse sido lançado na mesma época que Harry Potter parte 2, teria estourado em bilheteria, afinal o ponto chave do filme é o que o povo gosta, vergonha alheia!
O filme de José Alvarenga Jr., ainda conta com um site e blog

Um comentário em “Cilada.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s